Informação acerca da dieta da proteína, como funciona a dieta da proteína, alimentos permitidos e alimentos proibidos. Temos lista de carboidratos por alimento e receita de cardápio com menu diário para implementação da nova dieta da proteína.


segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Os riscos da dieta da proteina

Antes de se iniciar a dieta da proteina convém ter a noção de que alguns estudos referem que a dieta da proteína promove uma rápida perda de peso. No entanto, as condições sob as quais essa perda de peso ocorre ainda são muito questionáveis.
No final deste artigo encontrará toda a matéria relevante para implementar a dieta da proteina.
Veja no entanto os principais argumentos contra esta dieta:
  • Produção elevada de cetose-mal hálito e excesso de amônia no organismo;
  • Provoca tontura, cansaço, fraqueza e prejudica a memória;
  • "Efeito sanfona": Por ser uma dieta imediatista com rápida perda de peso, o corpo tende a recuperar toda a gordura depois que pessoa abandona a dieta da proteina. É uma agressão muito grande ao organismo;
  • Alto consumo de gordura saturada: O consumo elevado de gordura (que está liberado nesta dieta), sobretudo a saturada, favorece o aumento das concentrações de colesterol.
  • Perda de peso magro: Esta dieta é enganosa já que perde-se apenas líquido e massa magra e preserva-se a gordura do corpo reduzindo atividade do pâncreas;
  • Não favorece a perda de peso a longo prazo: Esta dieta, embora promova rápida perda de peso naqueles que conseguem segui-la, não tem demonstrado promover uma perda de peso em longo prazo.
Como conclusão estes estudos referem que se torna necessário promover uma reeducação alimentar acompanhada de aumento da atividade física, o que levará a perder gordura e não recupera-la posteriormente. Dietas muito restritivas ou desbalanceadas, não são indicadas, pois subestimam ou superestimam as quantidades de nutrientes, provocando carências e distúrbios nutricionais.Os carboidratos continuam sendo extremamente importantes para a saúde, manutenção da massa muscular e bem estar das pessoas. È claro que, se consumidos em excesso, podem impedir a perda de peso. No entanto, devemos ficar atentos à quantidade e tipo de carboidratos da dieta ao invés de bani-lo radicalmente.

A dieta da proteina é composta de duas fases: A fase 1: INDUÇÃO (14 dias) e a fase 2: DIETA (30 dias). A fase de indução é FUNDAMENTAL para que o metabolismo do seu organismo entre em cetose, que significa que seu organismo deixará de usar os açúcares como fonte de energia e passará a usar as gorduras acumuladas. Na segunda fase, os carboidratos são gradativamente inseridos na dieta, em quantidades muito pequenas de modo que não haja prejuízo na perda de peso e nem à sua saúde.


Sabe quais as dietas mais populares? Conheça-as:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL